Diretores premiados em Sundance “sonham” em refilmar As Branquelas como um drama proibido para menores

Diretores premiados em Sundance “sonham” em refilmar As Branquelas como um drama proibido para menores

Dan Kwan e Daniel Scheinert querem reunir o elenco original para fazer filme “digno de Oscar

Controverso, detonado pelos críticos e amado pelos fãs. O filme de comédia besteirol As Branquelas está à léguas de ser uma obra-prima, mas ocupa um lugar de carinho com alguns fãs brasileiros, especialmente por ter sido exibido repetidas vezes na TV aberta e por conta das cenas com Terry Crews.

Porém, a versão que chegou aos cinemas em 2004 (arrecadando US$ 113 milhões, com um orçamento de US$ 37 milhões), pode não ser a versão definitiva de White Chicks (título original).

Os diretores Dan Kwan e Daniel Scheinert, que foram premiados no Festival de Sundance deste ano pelo trabalho na comédia dramática absurdista Swiss Army Man, afirmaram que sonhariam em refilmar As Branquelas.

Em uma entrevista ao site The Hollywood Reporter, Scheinert e Kwan foram perguntados sobre qual seria o projeto dos sonhos deles. “Em todo projeto que nós fazemos tentamos alcançar um sonho cósmico, esquisito e bobo”, disse Scheinert, de forma bem inexata. “E seu sonho de As Branquelas?”, perguntou Kwan.

“Ah! Um dos meus sonhos é fazer de As Branquelas um filme proibido para menores, um drama digno de Oscar, estrelado pelo elenco original”, disse Scheinert. “Seria um filme sobre as relações de raça e gênero no século XXI, estrelado pelos irmãos Wayans. Eu não sei se vocês reassistiram As Branquelas ultimamente, mas o filme tem muito conteúdo e explora tudo, classe, gênero, raça, a causa dos deficientes, etarismo”. Em seguida, Kwan completou: “Mas o filme explora isso da pior forma possível”.

Em As Branquelas, Marlon e Shawn Wayans, interpretam dois agentes desajeitados do FBI que se disfarçam como duas mulheres brancas e ricas para investigar um caso que pode resultar em um sequestro.

Já Swiss Army Man, com Paul Dano, Daniel Radcliffe e Mary Elizabeth Winstead no elenco, mostra a história de um homem que encontra um cadáver flatulento e embarca com ele em uma jornada de volta ao lar.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: Adorocinema

Comentar

Comentar