Departamento de Imigração deportou 63 imigrantes ilegais do Suriname

Departamento de Imigração deportou 63 imigrantes ilegais do Suriname

De acordo com informações divulgadas no site da KPS, um novo grupo de estrangeiros foram obrigados a deixar o país no mês de maio.

O Departamento de Imigração apresentou este novo relatório no domingo, 17 de junho de 2018.

Desta vez, 63 imigrantes de diferentes nacionalidades, que estavam vivendo ilegalmente no Suriname, foram detidos e deportados do país. A polícia de imigração informou que entre os deportados estavam, 25 chineses, 18 brasileiros, 16 guianenses, 2 dominicanos, 1 haitiano e 1 vietnamita.

Segundo o Departamento de Imigração, que é uma subdiretoria do Ministério da Justiça e Polícia (Juspol), os imigrantes ilegais deportados poderão retornar ao país no prazo de 2 meses a um ano, desde que seus documentos estejam em ordem.

O Departamento de Imigração da Juspol, é responsável pelo recebimento de todos os pedidos para autorização de residência, prolongamento da estadia, estabelecimento no país, pedidos relativos ao estatuto de filhos menores; avaliação de pedidos de naturalização, e controle e deportação de imigrantes que estejam vivendo ilegalmente no Suriname.

Conforme a A Lei de Imigração de 1991, e o Decreto de Estrangeiros de 1995, após a chegada ao Suriname, o cidadão estrangeiro deve se registrar no prazo de 8 dias junto ao Departamento da Polícia de Imigração (KPS) e, em seguida, registrar-se dentro de 14 dias em um dos Serviços de Controle do Departamento de Imigrantes.

Para maiores informações, basta consultar o site: https://www.vz.juspol.sr

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar