Uma mulher entregou sua filha de 16 anos para ser violada pelo seu namorado. Ela a levou a quarto de hotel, deixou que o “estranho” a estuprasse e depois a abraçou e disse que estava tudo bem. O caso foi em Queensland, na Austrália.

A mãe viajou com sua filha até a cidade, onde se encontraria com um homem chamado “Thommo”. Eles tinham se conhecido online e mantinham um relacionamento virtual até então. Chegando ao destino, a mulher deixou sua filha aos cuidado do homem.

O “casal” se conheceu na internet e, entre as conversas, “Thommo” disse que tinha o fetiche de poder fazer sexo com uma “versão mais nova” da companheira. Com medo de que o homem terminasse o relacionamento, a mãe aceitou a proposta.

Ela enganou a adolescente dizendo que iam fazer uma “viagem entre mulheres”. Durante o percurso, a mãe ofereceu vodka para a garota antes de chegar ao hotel.

Após o ocorrido, a mulher confessou o crime e se disse arrependida. Segundo a defesa, no julgamento, ela não estava ciente de que a menina seria estuprada.

A filha garante que ninguém lhe roubou a infância. A mulher foi condenada a quatro anos de prisão.

Fonte: (Com informações de Correio da Manhã)

Comentar

Comentar