Copa deve movimentar R$ 20,3 bilhões no comércio e setor de serviços, diz pesquisa

Copa deve movimentar R$ 20,3 bilhões no comércio e setor de serviços, diz pesquisa

Segundo levantamento da CNDL, 46% dos consumidores pretendem participar de bolões.

Copa do Mundo deve movimentar cerca de R$ 20,3 bilhões no comércio e setor de serviços no Brasil, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Segundo o levantamento, a projeção é que aproximadamente 60 milhões de consumidores deverão realizar gastos com produtos ou serviços relacionados à Copa, o que corresponde a 51% dos consumidores que acompanharão aos jogos.

De acordo com a pesquisa, os locais de compras que mais devem ser frequentados para aquisição dos produtos ligados à Copa são supermercados (68%), lojas de rua (35%) e camelôs (28%). Os itens de consumo mais citados pelos entrevistados foram cerveja, refrigerantes, água, tira-gostos, itens para churrasco, pipocas e salgados, itens da seleção, decoração e acessórios.

Para os torcedores que vão se reunir na própria casa ou na casa de amigos e parentes para assistir aos jogos, a média de gasto por encontro será em torno de R$ 119, ao passo que, entre os que pretendem ir a bares ou restaurantes a média aumenta para pouco mais de R$ 128.

Ainda de acordo com a pesquisa, 46% dos consumidores vão participar de bolões, 38% irão adquirir serviços de dados de internet para smartphone e 21% compraram ou planejam adquirir uma TV nova.

Por outro lado, 50% pretendem evitar fazer algum tipo de compra durante o período em que o mundial será disputado, principalmente para poder acompanhar aos jogos pela TV (38%).

A pesquisa ouviu 1.061 consumidores de ambos os gêneros, todas as classes sociais, acima de 18 anos e em todas as capitais. Posteriormente, a pesquisa se aprofundou a partir de 843 entrevistados que pretendem acompanhar ao evento. As margens de erro são de 3,0 e 3,4 pontos percentuais, respectivamente, a uma margem de confiança de 95%.

Para 41% dos torcedores, são altas as chances do hexa

A pesquisa avaliou também o interesse dos brasileiros pelo evento. De modo geral, 78% dos consumidores pretendem assistir aos jogos e 72% afirmam ficar empolgados com a competição. Apenas 14% disseram que vão seguir a rotina normalmente durante os jogos da Copa.

Em cada dez entrevistados, quatro (41%) consideram altas as chances de o Brasil ser hexacampeão, ao passo que 45% classificam a possibilidade como média e apenas 10% avaliam como pequena.

Ainda de acordo com a pesquisa, em 17% dos casos, a empresa onde o entrevistado trabalha pretende liberar os funcionários durante os jogos da seleção brasileira. Outros 14% garantem ter um horário de trabalho flexível, enquanto o mesmo percentual de 14% informa que os funcionários vão dar uma pausa para assistir aos jogos dentro do próprio ambiente de trabalho. Apenas 6% disseram que os funcionários trabalharão normalmente e sem pausa durante as partidas.

Fonte: G1

Comentar

Comentar