Chan Santokhi discorda das declarações do ministro da Justiça e Polícia

Chan Santokhi discorda das declarações do ministro da Justiça e Polícia

O presidente do partido VHP, Chan Santokhi, rejeitou as declarações do ministro da JUSPOL feitas durante o funeral de dois chineses assassinados no Suriname.

Eugene van Der San – Ministro da Justiça e Polícia do Suriname

“As afirmações do ministro Eugene van Der San estão completamente erradas porque dão a impressão de que haverá uma autorização para matar pessoas”, disse Santokhi na manhã desta quinta-feira, 20 de abril.

Saiba mais:

De acordo com Santokhi, que é presidente do partido VHP e ex-ministro da Justiça e Polícia, o governo não pode permitir tal coisa e sim trabalhar para aplicação da lei jurídica do direito e da justiça.

Santokhi disse ainda que o novo ministro da JUSPOL é uma ferramenta da ditadura do governo para ser usada como instrumento de poder e violência contra civis. “Eu acho que o ministro tem sido muito irresponsável. Ele mostrou que estamos realmente indo para um estado ditatorial, tanto quanto a Venezuela “,  disse o parlamentar.

O presidente do VHP afirmou que na Venezuela uma pessoa pode decidir o que acontece com as pessoas e o país. “Se nós, como povo ficarmos parados, ficaremos à margem e ficaremos na mesma situação que a população da Venezuela. Devemos nos unir e apoiar as ações de protesto contra a política econômica do governo que está empurrando as pessoas para a pobreza”, finalizou Santokhi que faz uma forte oposição ao governo do presidente Desi Bouterse.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar