Após prisão, homem confessa ter matado e esquartejado ex-namorada no Grande Recife

Após prisão, homem confessa ter matado e esquartejado ex-namorada no Grande Recife

Corpo da mulher foi encontrado em sacolas em um canavial em Ipojuca. Em depoimento, ele disse não ter aceitado uma traição, segundo delegado.

Um homem de 52 anos foi preso no domingo (29) sob suspeita de ter assassinado e esquartejado a ex-namorada e se livrado do corpo em um canavial às margens de uma rodovia em Ipojuca, no Grande Recife. Após ser encontrado por policiais em Sirinhaém, na Zona da Mata Sul, ele confessou o crime e foi encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Recife.

Responsável pela investigação, o delegado Jorge Ferreira explicou que a morte da mulher, de identidade desconhecida, ocorreu por causa de um desentendimento entre os dois. “Eles se relacionavam e ele tinha descoberto uma traição. Em depoimento, ele disse que queria terminar, mas afirmou que ela insistia em manter o relacionamento”, disse o policial.

Segundo o depoimento do homem que foi preso, o assassinato ocorreu no dia 21 de julho. “O casal estava na casa dele, em Ipojuca. Durante uma briga, ele bateu com a cabeça dela na parede e ela desfaleceu. Ele disse ter usado uma faca para matá-la e esquartejar o corpo, armazenado em sacolas e jogado num canavial”, informou o delegado Jorge Ferreira.

Por meio de denúncias, o caso chegou ao DHPP e o corpo foi encontrado no domingo (28). Sabendo que o homem havia fugido para a casa de parentes em Sirinhaém, uma equipe da Polícia Civil seguiu até o município, onde efetuou a prisão.

O homem seguiu para a sede do DHPP, no Cordeiro, na Zona Sul do Recife. O preso será encaminhado nesta segunda-feira (30) para a audiência de custódia.

Fonte: G1

Comentar

Comentar