AMANTE É CONDENADO A PAGAR R$ 33 MILHÕES A TRAÍDO

AMANTE É CONDENADO A PAGAR R$ 33 MILHÕES A TRAÍDO

Um juiz do condado de Durham, nos Estados Unidos, concedeu ao dono de uma empresa de dublês de bicicleta de BMX mais de R$ 33 milhões (US$ 8,8 milhões) a serem pagos pelo homem acusado de ter seduzido sua esposa e arruinado seu casamento.

O juiz da Corte Superior Orlando Hudson concedeu a Keith King mais de US$ 2,2 milhões em danos compensatórios e três vezes mais danos punitivos de Francisco Huizar III, de San Antonio, Texas.

O advogado de Huizar disse que eles vão apelar.

Na queixa civil apresentada em abril de 2017, King acusou Huizar de conversa criminal, alienação de afeto, imposição intencional de sofrimento emocional, inflição negligente de sofrimento emocional e assalto e agressão.

A Carolina do Norte é um dos poucos estados que permitem que os cônjuges processem pessoas por conversas criminosas quando a pessoa faz sexo com uma pessoa casada antes da separação, e por alienação de afeto quando “amor e afeição genuínos” foi destruído pela pessoa.

Algumas ações judiciais resultaram em danos significativos, incluindo uma multa de US$ 30 milhões em um caso de Wake County em 2011. A capacidade de pagamento não é um fator de indenização compensatória, mas um juiz pode considerá-lo ao aplicar danos punitivos.

Fonte: R7

Comentar

Comentar