Agitação e prisão de líderes sindicais marcaram o quarto dia de protestos em Paramaribo (Fotos)

Agitação e prisão de líderes sindicais marcaram o quarto dia de protestos em Paramaribo (Fotos)

A marcha contra a política econômica do governo nesta terça-feira (18), foi marcada pelo confronto entre a polícia e os manifestantes. 

Wilgo Valies, presidente da Associação de Professores e da Aliança de Professores do Suriname, foi levado pela polícia.

Curtis Hofwijks – We Zijn Moe (Foto: Luiz Paulo)

O líder sindical estava no teatro onde recebeu a ordem de prisão deixando os demais líderes e os participantes da manifestação furiosos com as ações da polícia. No início da manifestação, Curtis Hofwijks e Brian Boerleider, líderes de entidades civis também foram presos e empurrados na parte de trás de uma viatura policial.

Diante das ações truculentas da polícia, os manifestantes disseram que este é o começo da ditadura e Valies antes de ser levado preso convocou a população para comparecer em massa na quarta-feira às 10:00 hs da manhã para protestar contra o comportamento da polícia. A polícia impediu a multidão de seguir pela rua Dr. Sophie Redmondstraat que seguiu pela Henck Arronstraat, Klipstenenstraat, Heerenstraat, Wagenwegstraat e Keizerstraat.

De acordo com informações divulgadas no site oficial da KPS nesta terça-feira, as ações da polícia e as prisões foram motivadas por desacato e desobediência as instruções da polícia e agressão a um oficial. O comando da KPS informou ainda que os líderes detidos durante a ação policial foram interrogados e encaminhados a promotoria que vai analisar as medidas que serão tomadas contra os acusados de cometer um delito grave contra a polícia.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar